Fergie

Stacy Ann Ferguson nasceu na cidade de Whittier, Califórnia, nos Estados Unidos no dia 27 de março de 1975. Começou sua carreira aos oito anos de idade dublando a personagem Sally em dois especiais da série de caricaturas Charlie Brown do Snoop em 1983 e 1984.

Graças a sua atuação em um comercial, foi convidada a participar do “Kids Incorporated” naquele mesmo ano. Mais tarde, em 1991, Stacy Ferguson, Renee Sands e Stefanie Ridel formam o trio musical Wild Orchid.

O grupo lançou dois álbuns, “Wild Orchid” (1997) e “Oxigen” (1998). Ao terminar a gravação de qual seria seu terceiro álbum o produtor se recusou a lançá-lo, deixando Fergie em uma crise emocional grave. Ela acabou se envolvendo com drogas.

Fergie admite que as drogas foram o relacionamento mais difícil de se separar mas que conseguiu reverter todo o quadro e que se encontrou com sua personalidade. Depois de recuperação total, Stacy continuou cantando em lugares diferentes de Los Angeles. Até que em 2003 ela conheceu o líder do Black Eyed Peas – Will.i.am – que, impressionado com o talento dela, convidou-a para gravar algumas canções com o grupo.

Stacy passou a integrar o Black Eyed Peas e adotou o nome artístico de Fergie. Com sua entrada, o grupo conheceu um sucesso sem precedentes, elevando suas vendas.

No ano de 2004 atuou na série Las Vegas em companhia do Black Eyed Peas. Foi durante as gravações que conheceu seu marido Josh Duhamel, com quem se casou no dia 10 de Janeiro de 2009.

Em 2006 lançou seu primeiro album solo intitulado The Dutchess, sendo bem recebido pela crítica  especializada, além de alcançar ótimas posições nos charts de todo o mundo.

Com os singles não foi diferente. London Bridge, Glamorous E Big Girls Don’t Cry alcançaram o topo da Billboard e com isso, se tornou a única cantora a ter três singles no topo da parada americana na época. The Dutchess também se tornou o único álbum feminino a ter cinco single que alcaçarem o Top10 da Billboard na década de 2000, e só foi perder o posto para o álbum Teenage Dream da Katy Perry no ano de 2010.

Junto com seu pai Pat Ferguson, Fergie fundou a vinícola que deu origem a marca Ferguson Crest também em 2006. É possível comprar garrafas autografadas por ela em versão de colecionador pelo site da empresa.

Com a volta do Black Eyed Peas em 2009, Fergie causou um grande impacto ao tingir seus cabelos em um tom bem mais escuro. O álbum The E.N.D. contou com uma participação maior de Fergie em suas composições do que nos outros . Ela também incluiu alguns seus sucessos na setlist da The E.N.D. World Tour e também na The Beginning Tour.

Foi neste mesmo ano que a cantora fundou sua própria marca de sapatos intitulada Fergie Footwear, sendo ela mesma a garota propaganda. Desde então, dificilmente se vê Fergie usar algum calçado que não seja de sua marca. Os sapatos foram usados nas duas turnês e vários vídeos do BEP, e até hoje em seus vídeos solo.

Fergie também se tornou sócia-proprietária do time de futebol americano Miame Dophins.

Em 2010 lançou sua primeira fragrância pela Avon e se tornou embaixadora da Fundação da Mulher pela marca.

Com o lançamento do disco The Beginning, Fergie voltou com seus cabelos loiros. Após a The Beginning Massive World Tour, o Black Eyed Peas fez a sua atual pausa, e em uma entrevista para Oprah Winfrey, Fergie admitiu que o grupo só fez isso por sua causa, mas que seu ponto de vista foi aceito e respeitado por Apl, Taboo e will.i.am.

Neste mesmo ano, a cantora ganhou sua própria boneca de cera no Museu Madame Tussauds. A boneca veste a mesma roupa do primeiro ato da The E.N.D. Tour.

Fergie é muito engajada em causas sociais também. Ela foi homenageada em 2013 pela amfAR e veio receber seu prêmio em São Paulo. Também é vista constantemente apoiando as causas da comunidade LGBT, que reconheceu este trabalho em 2013 a premiando com o “Always Next, Forever Now”.

Em Agosto de 2013 a cantora deu a luz a seu filho Axl Jack Duhamel. Ela explicou em entrevista que teve a ideia desse nome depois de sonhar que estava em um festival de música onde o Guns N’ Roses se apresentava. Ela acordou com o bebê se mexendo muito agitado em sua barriga e entendeu que era um sinal de qual nome ele queria, Axl. E Jack é nome de um tio falecido ao qual gostava muito.

Logo após o nascimento de Axl, Fergie deu entrada na papelada para mudar seu nome, adotando  seu nome artístico e o sobrenome de seu marido, se chamando agora oficialmente Fergie Duhamel.

Em 2014 Fergie lançou L.A. LOVE (LA LA) como single e que daria início aos trabalhos de seu segundo disco solo. O single não se saiu muito bem, o que fez com que o disco fosse adiado para 2015 e depois para 2016.

Fontes confirmam que o novo disco se chama Double Dutchess e será lançado no segundo semestre de 2016. Este ano também foi marcado pela volta de Fergie aos palcos, tendo inicio no festival Rock In Rio Lisboa. Fergie está fazendo algumas apresentações em festivais por todo o mundo, onde apresentou músicas novas. Ela também soltou dois vídeos no Youtube usando a música Hungry como base conceitual.

O primeiro single dessa nova era foi lançado em 2016 e se chama MILF $. Apesar das controversas,  a cantora explicou que pretende encorajar as mulheres a se cuidarem e se amarem mesmo depois de se tornarem mães. O vídeo da música conta com mulheres poderosas que são mães e bem sucedidas no que fazem, como Kim Kardashian, Ciara, Chrissy Teigan, além das brasileiras Alessandra Ambrosio e Isabeli Fontana.

Fergie também é detentora de 9 prêmios Grammy, tanto com o Black Eyed Peas como trabalhando sem eles.

Siga no Instagram