Fergie para L’Uomo Vogue, fala do Double Dutchess mais turnê

A Fergie está na edição de outubro para a L’Uomo Vogue.

E contou que com o Double Dutchess queria é encontrar as partes mais íntimas e vulneráveis dela. Com o nascimento do Axl Jack ela mudou um pouco as suas prioridades, “Isso não significa que eu desisti de ser quem eu sou, mais uma vez fora do trabalho, minha diversão foi para vários locais, e hoje o meu principal lazer é se divertir e brincar com meu filho”.

A artista trabalha frequentemente em sua casa em Los Angeles onde, além da piscina e da academia, ela tem um estúdio para dançar e gravar música. Um dia, depois de ouvir sua mãe cantar em francês uma musica intitulada “Enchanté (Carine)”, inspirada pelo ex-diretor da Vogue Paris Carine Roitfeld, o pequeno Axl Jack começou a imitar e repetir alguns versos. “Quando eu ouvi cantando em francês, tive uma ternura infinita. Eu gravei a sua voz sem que ele perceba e coloquei na versão final da musica. Axl Jack é tão feroz e eu também “.

Em M.I.L.F. $ , além de renovar a sigla clássica para “Mães eu gostaria de seguir”, no vídeo a cantora tem um mundo brilhante de mães sexy, ricas, poderosas: há a bombástica(Kim Kardashian) tomando um banho no leite, a política bem-sucedida (Amber Valletta), a garota festeira com o carrinho dourado (Ciara), a professora dominatrix (Fergie).

Todas as pessoas que gostam de fazer homens loucos ficam loucos. “Eu sou uma mulher católica, mas acho nada de errado em fazer esses caminhos e se divertir. Certos excessos do passado não me interessam mais, mas mesmo as mães precisam de uma diversão de vez em quando “.

Fergie já está pensando com a perspectiva da turnê com a qual apresentará o novo álbum no mundo, incluindo a Itália. ” Com Axl Jack é mais complicado, mas vou levar comigo. Não quero me privar do prazer de cantar ao vivo “. Fergie é um animal no palco. Ela se acostumou a ter olhos focados desde pequena em seu trabalho, como criança para um programa de TV americano bem sucedido, Wild Orchid e ao sucesso do seu primeiro CD e com o Black Eyed Peas.

“Estou tão acostumado com a energia do palco que, enquanto eu escrevo as músicas, eu já tenho em mente como eu quero apresentar ao vivo, com os figurinos e as coreografias”.

Veja as fotos em alta qualidade feita pelo Sebastian Kim :

 

Autor do Post
Diego
I reminisce, I reminisce ...

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!