Taboo reune artistas para música de protesto nos Estados Unidos

1480871228516-stand-n-rock-3

Sabemos bem o quanto os Peas são engajados em causas sociais e o quanto se empenham por elas. E mais uma vez Taboo usa sua imagem para atrair atenção à uma dessas causas.

Dessa vez ele reuniu artistas com descendência indígena para juntos fazerem uma música de protesto contra a construção de um oleoduto em Dakota do Norte que afetará diretamente as terras sagradas da tribo Standing Rock Sioux, danificando um de seus principais suprimentos de água.

O prazo para desocupação das terras foi dado até o dia de hoje (05\12) e foi feito tanto pelo Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA quanto pelo governador de Dakota do Norte.

O movimento de resistência conta com mais de 2.000 veteranos além de outras comunidades indígenas dos Estados Unidos.

Com isso, Taboo convidou algumas personalidades com descendência indígena e fez a música Stand Up/ Stand N Rock para divulgar a causa dos nativos e ser um hino dessa luta.

“Era realmente importante reconhecer os criadores dessa terra” disse Taboo em entrevista ao site Noisey. “Nós realmente não temos muitas canções que podem atravessar as águas internacionais … porque eu sou um Black Eyed Pea, eu posso falar com a Alemanha e Japão e México. Eles vão agora perguntar [sobre] o que está acontecendo”.

“Isso é proteger a terra dos nativos”, contou Taboo. “As pessoas estão se unindo porque sabem que é uma injustiça sendo trazida sobre as pessoas que estão defendendo seu direito”.

O vídeo e a música contam com a participação da atriz Shailene Woodley, que está super engajada com a causa. No mês de Outubro deste ano, Shailene foi detida por invasão de propriedade junto com mais de 100 ativistas. Shailene mostrou o protesto em transmissão ao vivo pelo Facebook e durante sua prisão, disse que foi presa já que mais de 40 mil pessoas assistindo ao protesto. Ela também divulgou a causa em programas de TV pelos quais passou este ano.

Abaixo você confere o vídeo de Stand Up/ Stand N Rock que dá suporte a campanha No DAPL (No Dakota Access Pipeline):

Autor do Post
Felipe Vieira

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!