Em entrevista à Latin Times, Taboo fala sobre como surgiu Zumbao, videoclipe e album solo

TabooLatinTimes

Taboo concedeu entrevista ao portal Latin Times para falar sobre Zumbao e o pontapé inicial de sua carreira solo.

Sobre as inspirações para Zumbao, Taboo disse “… eu queria fazer algo que melhor representasse minha infância, e também ser capaz de fazer algo que melhor representasse meu orgulho e “el orgullo Latino”, citando Los Bukis, Juan Gabriel, Chaves e Os Smurfs (ou El Chavo Del Ocho e Los Pitufos) como referencias de quando criança.

Ele também explicou de onde surgiu a palavra Zumbao, que foi pensada em parceria com a grande letrista equatoriana Paulina Aguirre. A princípio eles pensaram em palavras que definissem toda a música mas que não fossem tão obvias como “baila”, “brinca”, “mami” ou “mi gente”: “Então, nós começamos a procurar palavras diferentes, e a palavra ‘Zumbado’ apareceu e foi legal mas soava tão correta, muito respeitável. Então eu disse ‘Que tal Zumbao?’ Então comecei a formular como eu queria o arranjo e  pensei sobre a incorporação das pessoas que me inspiraram desde que eu era criança”.

Sobre o significado pessoal de Zumbao para Taboo, ele explica: “Zumbao pode ir para os dois lados. Pode ser uma coisa boa, ou pode ser uma coisa ruim. Como Alex Rodriguez. Digo-o porque ele é Zumbao de uma maneira diferente. Ele não é Zumbao como Juan Gabriel ou El Chavo del Ocho (Chaves). Zumbao pode ir de qualquer maneira como, ‘Yo, Donald Sterling, aquele cara é Zumbao, ele é louco!’ Ou: “Esta entrevista é loucamente Zumbao!” A palavra Zumbao vai transcender o sentido que as pessoas tem do que a palavra é . Pode ser qualquer coisa que você quiser, pode ir de qualquer maneira”.

Sobre o disco solo, Taboo disse que sua prioridade no momento são apenas singles: “Eu acho que vai ser mais singles. Vai ser igual a um album mas no momento eu estou no jogo dos singles. Lançando singles e não tendo muitas expectativas, porque uma vez que você cria expectativas você está se preparando para o fracasso e eu já consegui, porque eu sempre sonhei em lançar uma canção ou música, e eu tenho feito isso”. “Eu não quero mudar o mundo com a música.  Eu não estava tentando criar a próxima equação matemática complicada. Então quando as pessoas dizem ‘Você não diz muito na música’ bem, então sou eu”.

O clipe de Zumbao também virá em breve. Sobre isso Taboo disse: “Eu filmei em Los Angeles, e também fizemos algumas filmagens em Malibu. Foi legal porque foi a primeira vez que eu comecei a fazer a coreografar. Eu fui como um co-coreografo. Eu e Kathryn Burns, a mulher que coreografou ‘Happy’ do Pharrel. Nós nos reunimos com o seu assistente Justin ‘Jet Li’ Valles, e eu já tinha os movimentos, já tinha a dança Zumbao e eu disse: ‘Ei, é assim que eu quero fazê-lo, quero incorporar este estilo e re-inventar o que eu costumava fazer no passado e torná-lo legal para o que está acontecendo agora.’ Então ela meio que aperfeiçoou o que eu já tinha, e o movimento que Zumbao evoca e criamos esta sequência de dança final, e eu sempre quis fazer isso. Apresentar esse meu outro lado”.

Autor do Post
Felipe Vieira

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!