Entrevista do BEP ao site Dose

Os Black Eyed Peas estão dando entrevistas mais ou menos uma hora antes de subirem ao palco do ACC de Toronto para a primeira de duas noites seguidas na arena. Para os fãs chegando ao local, a frase da noite pode ser “I Gotta Feeling” ou “O que eu consigo comprar na loja de merchandising por 20 dólares?”. Para os Peas, ou pelo menos Fergie, Taboo e Apl.de.ap – todos nos bastidores, em um camarim úmido antigo atendendo a imprensa e todos “mascarados” com óculos gigantes – o tema da noite é “nada está confirmado.”

Você vai ler essa frase, ou uma ligeira variação, algumas vezes antes de chegar ao final desta história – ditas por diferentes membros do grupo, e em relação ao que eles estão preparando enquanto eles vão além do seu atual CD que quebrou vários recordes, The E.N.D e sua turnê mundial de mais de nove meses – que anda pela América do Norte até que essa perna acabe (sem trocadilhos) em Edmonton, em 23 de agosto.

Ou a banda tem alguns problemas com comprometimento, ou sua forma Boom Boom Pow de se gabar por ser tão 3008 é tratada com mais seriedade do que o esperado.

O primeiro item de discussão: um filme em 3-D sobre a banda, dirigido por James Cameron. O líder dos Peas, Will.i.am, mencionou o projeto em uma entrevista com a Vibe no mês passado, dizendo que o projeto poderia misturar elementos de um documentário sobre a turnê e de uma história fictícia, com partes a serem filmadas na América do Sul.

“Eu sei que estamos em negociações para um projeto, mas eu não tenho certeza do que foi acordado até agora.” diz Fergie.

“Assim como a Ferg disse, não é confirmado, mas esse é o plano”, acrescenta Apl.

(Essa foi a primeira.)

“O que sabemos é que estamos indo visitar a Amazônia no Brasil”, diz a APL, revelando um pouco de informação sobre o projeto que foi considerado divisível. “Nós estamos indo para ver como as pessoas vivem e como elas obtêm seus alimentos e coisas assim.”

“Nós esperamos!” Fergie acrescenta, com uma risadinha, mantendo as coisas em aberto.

Eles têm, no entanto, definitivamente se ligado a Cameron – encontrando-se em um evento para a televisão 3-D da Samsung, na Times Square de Nova York. O Peas estavam lá para cantar, mas quando se encontraram com o diretor de Avatar, eles tiveram ideias para um filme.

“Eu sinto que James Cameron tem esse mesmo tipo de energia, onde ele está sempre pensando no próximo passo, o futuro, e eu acho que nós, e James andamos de mãos dadas assim”, disse Taboo.

“Nós sempre quisemos ter um filme, ou um curta”, acrescenta. “Aí isso apareceu, e você sabe, nada, como eles disseram, está confirmado

(Agora são duas).

Outro item que saiu em entrevistas recentes: um artigo de capa sobre a banda na revista britânica The Big Issue disse que o grupo está trabalhando em uma “sequencia” do seu atual álbum, The END (The Energy Never Dies). Esse álbum tem duas músicas que você provavelmente tenha baixado, ou tentado em vão evitar desde abril do ano passado – “Boom Boom Pow” e “I Gotta Feeling”. Os dois singles alternaram-se no 1° lugar do Hot 100 da Billboard durante 26 semanas consecutivas, dando à banda a honra de estar no topo da lista por mais  tempo do que qualquer outro grupo. E o álbum de onde surgiram os singles, assim como seu álbum antecessor, disco de platina triplo, Monkey Business (2005), foi parcialmente escrito na estrada.

A atual turnê dos Peas, foi lançada em setembro 2009, então eles tem trabalhado na suposta sequência  todo esse tempo? Esta resposta começa definitivamente:

“Sim, nós temos ido ao estúdio”, diz Apl. “O que nós temos feito muito nesta turnê é ser DJ. Saindo para afterparties, fazendo músicas pra baladas e as tocando naquela noite. Estamos quase sempre em estúdio, seja em casa ou na estrada, tentando chegar com ideias novas e coisas assim.”

Algum desse tempo de estúdio aconteceu em Toronto. A banda teve dois dias na cidade antes do início das respectivas datas de shows seguidas. Taboo diz que se encontrou com o Will nos estúdios Phase One, na cidade, pra trabalhar na composição e gravação de material novo pro próximo CD dos Peas. Quanto a se o CD ainda vai ter a mesma tendência  ao eletrônico que o The E.N.D, você provavelmente pode adivinhar a resposta.

“Acho que agora estamos estocando idéias, apenas conceitos em potencial. Nós não temos uma data fixada ou qualquer outra coisa, então nada é certo”, diz Taboo.

(Agora são três – Fergie deve, provavelmente, ter notado algo. A cantora começa a rir, se  desculpando – “nós somos uma entrevista horrível.”)

“Queremos manter [os sons que estamos experimentando] em segredo”, diz Apl  como forma de explicação. “Mas nós temos alguns sons novos, sim.”

“É uma loucura”, acrescenta Fergie “, porque estávamos em um momento dub-hop com o som e, em seguida, do nada o outro dia é indie-rock e, em seguida, a música indie rock se torna a base para um projeto totalmente novo. Nós não queremos nos comprometer a uma forma ou a outra, nós só queremos estar inspirados “, diz ela, talvez tornando seguro dizer que o grupo  pop que cresceu consciente de suas raízes no hip-hop não vai tomar um rumo em qualquer desses gêneros a seguir.

“Uma vez que você lança algo, você sente que tem que vivê-lo até o fim e tem que fazê-lo acontecer, quando você realmente não precisa. É arte! É tudo sobre sentir-se inspirado.”

Seu sucesso comercial – eles alcançaram a décima posição na mais recente lista da Forbes Magazine dos músicos mais bem pagos – no entanto, não os mostra como incapazes de avançar.

“Nós não nos preocupamos com coisas como pressão. Nós apenas fazemos o que nos faz sentir bem”, disse Taboo. “Nós não queremos viver no passado, nós queremos ir para o futuro.”

Autor do Post
PortalBEP

Comentários

3 Comentários
  1. postado por
    dayanna
    jul 28, 2010

    E o tão esperado show no brasil? Bjos!!!!

  2. postado por
    @katyannebep
    jul 28, 2010

    “O que sabemos é que estamos indo visitar a Amazônia no Brasil”, diz a APL/“Nós esperamos!” Fergie acrescenta, com uma risadinha, mantendo as coisas em aberto. /Quero a Fergie de Índia e em 3D *0*

  3. postado por
    @Jeroaan
    jul 28, 2010

    adorei a entrevista, melhor parte rs = (Agora são três – Fergie deve, provavelmente, ter notado algo. A cantora começa a rir, se desculpando – “nós somos uma entrevista horrível.”)

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!