Entrevista da Fergie a revista FairLady

Fergie saiu na capa da revista sul-africana FairLady. Confira logo abaixo a matéria completa traduzida:

O Black Eyed Peas era apenas outra banda de hip-hop razoavelmente bem-sucedida até William “will.i.am” Adams convidar a amiga Stacy “Fergie” Ferguson para emprestar seus vocais para a música que virou o grande sucesso da banda, “Shut Up”. Fergie logo se juntou à banda como a quarta e única integrante feminina.

A opinião de will.i.am sobre ela
“Ela é durona – hardcore. Ela trouxe sensualidade pro Black Eyed Peas. “Você poderia até mesmo ir tão longe a ponto de dizer que Fergie é a razão pela qual o Black Eyed Peas é hoje uma das bandas mais bem sucedidas do mundo, com seis Grammys e shows esgotados. Ela também provou que é uma estrela por si própria: seu álbum solo, The Dutchess, lançado em 2006, emplacou 5 singles no Top 5 da Billboard Hot 100 e recebeu uma nomeação ao Grammy. Ela também é provavelmente a razão pela qual o Black Eyed Peas foi escolhido para ser a principal performance do show de abertura da Copa do Mundo, em Soweto.

Atuação, música e Outspoken
Em 2009, Fergie voltou sua atenção ao cinema, estrelando como a prostituta Saraghina no musical repleto de estrelas Nine, ao lado de Penélope Cruz e Nicole Kidman. Ela certamente demonstrou seu compromisso com o papel, sacrificando seu famoso abdômen tanquinho para conseguir um corpo mais voluptuoso. Mas voltou à forma – de acordo com aqueles que trabalham no ramo de esculpir o corpo perfeito, os cirurgiões plásticos de Beverly Hills, por trás da lista anual dos “Famosos mais quentes”, que recentemente declaram Fergie mais quente que a dona anterior do título, Jennifer Aniston.

Neste ano, Fergie lança seu próprio perfume, Outspoken, em parceria com a Avon. “Meu estilo é completamente sobre falar o que penso e criar impressões, me comunicar. È por isso que minha primeira fragrância exala independência. O Outspoken definitivamente vira cabeças em sua direção, mas também deixa sua verdadeira personalidade brilhar através dele.” Acrescente uma linha de sapatos simplesmente chamada “Fergie” à mistura, e uma parte nas ações do time Miami Dolphins, e está claro que ela não está interessada em se contentar com suas conquistas anteriores. E não é como se ela estivesse hesitando em relação ao seu talento musical: há também a colaboração com o brilhante DJ francês David Guetta em “Gettin’ Over You”, originalmente do álbum One Love. A canção tem Fergie, Chris Willis e LMFAO nos vocais.

As conquistas de Fergie não são nenhuma surpresa – embora ela venha aperfeiçoando seus talentos com o tempo. Aos nove anos de idade, ela estava no programa de TV infantil “Kids Incorporated”, o qual também era estrelado por uma então desconhecida Jennifer Love Hewitt. Ela até foi parte de um grupo feminino mais ou menos bem-sucedido, Wild Orchid, com duas amigas, que se separaram quando a gravadora se recusou a lançar seu terceiro álbum.

Seu “homem grande e alto ‘
Apesar de seu estilo rock-chick ousado, Fergie inesperadamente se descreve como uma “romântica”, e chama o seu lindo marido de um ano, o ator Josh Duhamel (de Win a date with Tad Hamilton, Las Vegas e o recente When in Rome), de seu homem grande e alto.  “Eu estive em uma série de relações que foram emocionantes, mas que não eram saudáveis”. Eu queria alguém com quem eu pudesse contar. Com todas as loucuras desse ramo, eu sei que posso contar com o meu homem – e ele sabe que pode contar comigo.” O casal renovou seus votos de casamento em janeiro deste ano, com apenas um padre para testemunhar o evento. “Nós queremos fazer isso todo ano. Pegamos a idéia de Heidi Klum e Seal. Eles fazem isso. “Eu achei uma ótima idéia “, disse Josh ao Entertainment Tonight.

Fergie pode parecer ter tudo, mas ela tem suas inseguranças. “Já me machucou no passado quando as pessoas falavam coisas como o quão feia eu sou, ou como eu pareço horrível,” ela diz. “Eu aprendi a não dar tanta importância a isso… “Olha, quando você está tentando fazer todas essas coisas ao mesmo tempo na sua vida, às vezes você não vai parecer perfeita,” ela conta à revista Elle.

“Eu trabalhei muito duro”
Ela também é muito humilde – especialmente em relação às suas realizações. “Eu posso não ser a pessoa mais talentosa do mundo. Eu posso não ter a melhor voz. Eu posso não ser mais bonita ou a melhor dançarina. Mas eu tenho trabalhado muito duro”, ela disse à revista Blender. Claramente não é só seu físico “Fergalicious”, mas também a sua determinação férrea, que a trouxeram até aqui. “Eu sempre corri riscos”, explica. “Eu nunca tive problemas em fazer algo primeiro. Às vezes eu olho para trás e digo, “aquela foi uma escolha horrível”. Mas no momento, me senti bem. Então, oh, bem. Eu ficaria muito entediada com uma vida segura o tempo todo.”.

Autor do Post
Diego
I reminisce, I reminisce ...

Comentários

3 Comentários
  1. postado por
    Nádia
    jul 13, 2010

    Pena que só juntaram vários trechos de entrevistas velhas, né? Faz tempo que não sai uma novinha…

  2. postado por
    Jeroaan
    jul 13, 2010

    :/

  3. postado por
    Jonathan Bahia
    jul 13, 2010

    Entrevista boa, mas é o que a Nádia comentou, tem bastante coisa ai ctrl+c ctrl+v …..mas está boa.

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!