Fergie fala sobre Josh e Nine em entrevista para o iVillage

ivillage

Fergie viveu altos e baixos recentemente. Seu casamento se tornou um alvo para as revistas, quando surgiram rumores de que seu marido, o ator Josh Duhamel, a estava traindo com uma stripper (créditos qual o ator negou). Mas a cantora do Black Eyed Peas também tem tido um alto sucesso em sua carreira: Além de ser indicada para seis prêmios Grammy com seu grupo com músicas que chegaram ao topo das paradas, ela também tem um papel no novo musical cheio de estrelas, Nine, ao lado de Nicole Kidman, Kate Hudson, Penélope Cruz e Daniel Day-Lewis (que chega aos cinemas no dia de Natal nos EUA, e em Janeiro aqui no Brasil). O iVillage falou com o cantora e atriz de 34 anos sobre sua arma secreta para ficar equilibrada, as noites com as meninas nas gravações de Nine e porque Duhamel ama suas curvas.

Você disse que seu marido Josh gostou do peso extra que você ganhou para este filme. Que conselho você daria para as meninas para fazer com que seus homens gostem de mais carne do que ossos?

A chave eu acho que é amar você mesma, e minha personagem no filme me ensinou sobre isso. Ela realmente me ajudou com a imagem corporal. A Saraghina não tem vergonha de suas curvas. Ela as ama. Os homens amam. Ela se orgulha delas. Teve uma época em que realmente voltei a forma e estava malhando quatro ou cinco vezes por semana e era ótimo. Agora eu estou um pouco mais relaxada, eu estive viajando, mas tudo bem. É sobre
amar a si mesmo não importa como você esteja, e eu acho que é apenas ter essa confiança. O Josh me ama, independentemente do peso que eu estou. Acho que as pessoas podem sentir o que você sente por elas. Essa é a chave que eu aprendi.

Você voltou a ficar em forma logo que terminou de gravar?

Não, foi ótimo. Na verdade, quando eu parei de filmar, levei um tempo para começar a recusar os alimentos fritos, porque eu me acostumei e fiquei viciadae eu ainda sinto vontade de comer essas coisas. Eu não sou apenas uma daquelas que em um piscar de olhos volta com antes, ou era psicótica com isto, não.

Nine também estrela Penelope Cruz, Nicole Kidman, Kate Hudson e Dame Judi Dench. Você se sentiu bem, por trabalhar com um elenco feminino tão forte?

Sim. Foi muito emocionante. Porque Rob (Marshall, diretor do Nine) tinha uma maneira de me apresentar cada mulher que aparecia (na tela). É um momento emocionante para cada uma das garotas, para chegar e ter o seu momento. Era um sentimento de camaradagem no set, porque todos nós sabíamos que fazíamos parte de algo especial e que realmente todos queriam que aquilo fosse grande.

Você se sentiu intimidada pelas outras atrizes?

No início, quando eu estava indo para Londres para filmar. Claro, eu não sabia o que me esperava. Eu estou em volta de um grupo de músicos o tempo todo. Então, eu estava definitivamente mais próxima de algo diferente. Então queria mesmo aprender. Queria aproveitar tudo que eu pudesse dessas grandes atrizes que estavam no topo de tudo, que já fizeram muitos filmes e projetos que eu admiro, queria apenas ser uma espécie de esponja e absorver tudo ao meu alcance. Mas, uma vez que estamos juntos e somos um por todos e todos por um, tudo passou muito rápido.

Então houve um grupinho de boas meninas?

Definitivamente. Oh yeah. Nós tivemos algumas noites – Foi divertido.

Conte alguma boa história?

Bem, a Penélope Cruz, ela foi a coordenadora social. Ela coordenou tudo para irmos para o show da Madonna juntas, estávamos como adolescentes, meninas novamente.

Sério?

Oh yeah. Foi tão divertido. E nós fomos para a Bungalow 8 e ficamos algumas noites
lá. Fomos para o apartamento da Kate, algumas vezes. Kate veio no meu quarto do hotel. Ela estava realmente me ajudando a escolher os vestidos de noiva, durante esse tempo.

O que você faz para organizar sua vida quando as coisas estão difíceis?

Bem, eu tenho um grande terapeuta. Ela me ajuda com isso, porque não há nenhum livro de regras sobre como ter equilíbrio em sua vida quando você está em uma banda e você está viajando por todo o mundo, então você tem que fazer isso sozinha. Eu costumava sair com os amigos todas as noites. Eu aprendi com a experiência que isso me desequilibra, assim eu cuido das minhas noites agora. Eu deixo os caras saberem quando eu vou sair, mas não é o tempo todo. Então eu uso o meu passado para não cometer os mesmos erros. Um tempo sozinha é importante e me dá o espaço para não ser completamente trabalho, trabalho, trabalho, trabalho, trabalho. É como, “Hmmm, posso ler um livro ou fazer coisas diferentes para mim. “E essa é a chave para
equilíbrio.

Autor do Post
PortalBEP

Comentários

1 Comentário
  1. postado por
    Michell
    dez 7, 2009

    A buchecha ta estranha Oo na foto!

Deixe seu Comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga no Instagram

Let's Get It Started, AGAIN!